Preciosos ovos de Páscoa

A Páscoa é comemorada de diversas formas no mundo. Como a data marca a Ressurreição de Cristo, criou-se a tradição das pessoas se presentearem com ovos coloridos, que simbolizam a renovação da vida.

Para a Igreja Ortodoxa Russa, a celebração da Páscoa tornou-se uma das mais importantes. O costume de pintar ovos cozidos, decorando-os com desenhos, ganhou uma pitada de glamour em 1885 quando o czar Alexandre III decidiu presentear a esposa, Maria Feodorovna,  com uma joia em forma de ovo. Peter Carl Fabergé criou um ovo em ouro esmaltado com recheio mais que delicioso: uma gema” de ouro; dentro dela, uma galinha de olhos de rubi, com uma réplica de diamantes da coroa imperial.

Foto: Forbes Collection

A grife Fabergé, fundada em 1842, tornou-se então a joalheria oficial do império russo. Conhecidos como “Ovos Fabergé”, as peças eram cuidadosamente elaboradas com uma combinação de metais, pedras preciosas e esmaltes, e escondiam sofisticadas miniaturas em seu interior.

Dos 50 ovos produzidos na época, restaram apenas 42, disputados em leilões e exibidos em seletos museus ao redor dos Estados Unidos, Alemanha e, claro, em Moscou, na Rússia.

Para mais informações sobre viagens acesse www.teresaperez.com.br.

Leave a comment

Subscribe Scroll to Top
Visit Us On FacebookVisit Us On TwitterVisit Us On YoutubeVisit Us On PinterestCheck Our Feed